quarta-feira, 15 de abril de 2009

Caixa Lotada!



Tento ser prevenida sobre e-mails indesejados. Por isso tenho vários endereços eletrônicos, cada um para uma função específica. Um para trabalho e contatos urgentes, que está no meu Outlook para agilizar minha vida; outro para os dois blogs sociais que mantenho e um terceiro endereço para o blog de cunho “privativo”.

Tenho um quarto endereço que mantenho apenas para utilizar o MSN, embora algumas pessoas insistam em enviar mensagens, muitas vezes de relevância para lá. Além desses todos também há um cadastro no Gmail. Depois que a Google começou a comprar todas as empresas que utilizava os serviços de forma desassociada, me pareceu lógico manter uma conta única para acessar os produtos do grupo. Grande bobagem...

Porém, o que me traz nesse post é a minha caixa de mensagens funcional. Utilizo o Yahoo como provedor e gosto muito da empresa. Meu primeiro e-mail foi no Zipmail, mas esqueci a senha e o login, logo fiz um segundo, no Yahoo. Mas foi o terceiro, também dessa empresa, que espalhei em currículos, cartões de visitas, cadastros on line, amigos, contatos profissionais, e etc, que leva o meu primeiro e segundo nomes, como este blog. Acontece que as pessoas quando recebem um contato virtual para envio de material de trabalho, como fotos e informações adicionais como no meu caso, se acham no direito de ficar enviando correntes, piadas, desenhos, PPT ou PPS. Com que direito, com qual autorização?

Diariamente eu recebo uma média de 50 mensagens, no mínimo. Destas, 40 (ou 80%) são correspondências de conteúdo completamente duvidoso, desnecessário, sem utilidade intelectual e, na maioria das vezes, nem divertido. Não é nada legal quando se espera baixar 15 e-mails num total de 35 MB. E quando o download está concluído, quase 20 minutos depois, adivinhem? Aquela mensagem que tanto estava esperando ficou presa entre recados “fofos” e de incentivo ao bom humor - que no final te deixam mais pu@*# da cara do que equilibrada -, e ao chegar ao teu conhecimento, muitas vezes é tarde demais.

Para ajudar, teus colegas de profissão, que sabem que teu provedor de internet é limitado, lento e que freqüentemente enfrenta problemas de conexão, te envia fotos em alta resolução, de 2 MB cada imagem, quando na verdade tu precisa que a qualidade seja de no máximo 300 dpi. O colega, que entende de pixels e megapixels... Já os leigos preferem não sofrer e nem fazer o destinatário sofrer com mensagens pesadas e tem a delicadeza de “ziparem” ou compactarem as imagens.

Isso tudo, claro, sem falar dos Spams. Até porque para esse mal, um programa específico de deixa longe de mensagens inoportunas. Menos, é claro, daquelas que vem de pessoas inconvenientes. Daí, o único jeito mesmo é fazer que nem o cara aí de baixo.

2 comentários:

  1. putz, eu mando para o endereço do msn pq qdo mando para o yahoo sempre volta. mas raramente mando e-mail. só mando qdo vc precisa mandar o baixo astral para o espaço, aí mando aquelas coisinhas que sei que vc vai rir. he he he

    ResponderExcluir
  2. É horrível. Eu acho que as pessoas não sabem usar emails. Tem TANTA gente que fica mandando TANTA corrente inútil pra gente... Mas quando é pra responder um email pessoal de duas linhas, elas não respondem. Elas pensam que mandando essas correntes estão pensando na gente e mantendo nossa amizade viva. Mas não estão. É só que a gente tem a infelicidade de estar naquela caixa de endereços.

    ResponderExcluir

Troque uma ideia comigo sobre essa profissão perigo...